Tours vs Workshops

Olá amigos,

Hoje vou-vos falar sobre um tema, aliás dois porque são diferentes, e que muitos fotógrafos confundem, mesmo alguns profissionais. Estou a referir-me a Tours Fotográficos versus Workshops Fotográficos.

Penso que é importante para quem gosta de fotografia, e vê nas redes sociais ofertas de Tours e Workshops fotográficos, distinguir o que é expectável em cada um, para não se criarem falsas expectativas, já que é comum inscrevermo-nos num tour fotográfico e esperar um Workshop. Uma razão para isso é que há muitos tours oferecidos incorrectamente rotulados como Workshops.

Um Workshop é uma experiência educacional para ajudar a melhorar os conhecimentos técnicos e criativos. Normalmente um Workshop é projectado para ensinar técnicas fotográficas, no terreno ou num estúdio, ou ensinar técnicas de pós-produção.

Um tour fotográfico é projectado para levá-lo a locais especiais, de preferência na melhor hora do dia, e do ano, tentando maximizar as oportunidades fotográficas com instrução mínima ou casual ao longo do Tour.

A melhor maneira de evitar ficar desapontado é ser honesto consigo mesmo sobre quais são seus objectivos reais quando escolhe cada uma destas ofertas.

Quando deve escolher um Workshop e quando deve escolher um Tour ?

Workshop

Se a intenção principal é desenvolver a técnica fotográfica, concentrar-se em algo específico, como composição, uso de filtros, iluminação, flash, macro, pessoas, pós-produção, etc, então um workshop de fotografia é a escolha certa.

É aconselhável que um Workshop deva ter um número reduzido de participantes, no máximo 5 ou 6 pessoas se for só um instrutor, ou até 10 pessoas se forem dois instrutores. Este cuidado irá permitir que o instrutor possa dedicar tempo a todos os participantes, mostrando as técnicas, e esclarecendo as dúvidas individuais de cada participante.

Não é fundamental que o local do Workshop seja um local deslumbrante, pois a intenção é aproveitar algumas características do local para potenciar o ensinamento das técnicas, o que não quer dizer que não possa ser um local visualmente atractivo para se poderem aproveitar as fotos para o portfólio pessoal dos participantes.  

Durante o Workshop, a preocupação principal do instrutor é ensinar e não fotografar para si próprio, ainda que o possa fazer, até para ilustrar os ensinamentos.

Tour

Se a intenção principal do participante é conhecer novos locais, gentes, ambientes, etc, potenciado pelo conhecimento que o guia tem desses locais, e enriquecer o seu portfólio, então o Tour fotográfico é a escolha correcta.

Obviamente que não é impeditivo que, durante o tour, o guia possa igualmente passar conhecimentos técnicos e criativos para melhorar as fotos dos participantes. Aliás é uma prática corrente acontecer, contudo devemos ter em conta que não é esse o objectivo principal do Tour. O objectivo principal é explorar novos sítios e, com isso, fazer fotografia.

É também prática comum que o próprio guia faça também as suas próprias fotos, aproveitando as condições atmosféricas do momento, pois cada dia é sempre diferente em termos de luz, cores, ambiente, etc.

Um tour poderá ter mais participantes do que num Workshop, até 10 participantes por guia, contudo também não interessa constituir um grupo muito grande porque, alem de criar dispersão se o grupo tiver de se mover entre locais, atrasando o horário previsto, a componente de apoio técnico/fotográfico aos participantes torna-se mais difícil.

Há contudo alguns elementos comuns quando participamos num Workshop ou num Tour, sendo um dos mais importantes a interacção entre os participantes. Este convívio entre todos vai potenciar a troca de conhecimentos, experiencias, criação de novas ideias para projectos fotográficos, estabelecer novas amizades, no fundo potenciar a diversão que é o aspecto fundamental destes eventos.

E para já, meus amigos, ficamos por aqui. Prometo voltar a este tema num futuro próximo até porque é minha intenção desenvolver estes temas promovendo Tours e Workshops fotográficos. Nada de muito complicado para ninguém se sentir constrangido em participar, e poderem usufruir das vantagens acima descritas.

Se acharem que têm interesse em participar nestes eventos que ando a pensar organizar, deixem um comentário, ou mandem um mail, para eu saber do vosso interesse. Quantos mais manifestarem interesse, mais depressa avanço com a ideia.         

Até ao próximo post.

Beijos e abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.